Os benefícios da vitamina B12

Virtudes da vitamina b12 

Os benefícios da vitamina B12

Os numerosos benefícios da vitamina B12. Como funciona esta vitamina? Qual é a sua função? Ela é essencial? Como se desenvolve uma deficiência de vitamina B12?

Os benefícios da vitamina B12: o organismo precisa de B12

 A vitamina B12 é essencial. O organismo não a produz por si próprio e não é possível manter a saúde sem o consumo dela. Mas quais são exatamente os seus efeitos no organismo?

A vitamina B12 é uma coenzima que desempenha um papel central em vários processos metabólicos:
• Construção do DNA
• Proteção e regeneração dos nervos, tanto do sistema nervoso central como do cérebro
• Composição do sangue
• Renovação celular
• Renovação celular das mitocôndrias
• Síntese dos neurotransmissores (mensageiros químicos)

Em certos casos, a vitamina B12 não é a coenzima diretamente responsável por estes processos, mas um elemento indispensável nas etapas metabólicas necessárias para o seu desenvolvimento. Na ausência da vitamina B12, estas funções tão importantes para o organismo não são mantidas, o que resulta em sequelas sérias para a saúde.

Vitamina B12: os efeitos na saúde

A vitamina B12 está envolvida em vários processos metabólicos do organismo e desempenha um papel importante no equilíbrio da saúde, ao passo que uma deficiência de vitamina  B12 pode resultar em consequências graves. Por exemplo, uma fraca composição do sangue pode desencadear anemia e ser fatal se não resolvida. Em outros casos, quando as células não são eficientemente redistribuídas, e quando existe um enfraquecimento das membranas celulares em particular, isso pode conduzir a várias complicações. Um distúrbio na síntese do DNA pode também afetar a saúde em muitas formas. Quando os neurotransmissores são afetados pode se desenvolver depressão ou psicose. E quando a vitamina B12 está baixa ela não é capaz de desempenhar a sua função protetora dos nervos e pode dar lugar a vários tipos de sintomas ou doenças como Parkinson, esclerose múltipla ou outras disfunções similares. Além disso, distúrbios de percepção ou mesmo demência podem ser outras consequências.

Esses são apenas alguns exemplos de problemas que a falta de vitamina B12 pode ter sobre a saúde. Existem muito mais sintomas que estão associados a essa deficiência, mas somente agora foi possível começar a entender a importância da vitamina B12 no organismo.

papel-vitamina-b12

A vitamina B12 nos processos de desintoxicação

A vitamina B12 tem também outros efeitos que não estão diretamente relacionados com o seu papel central no organismo. A hidroxicobalamina e metilcobalamina são frequentemente usadas para a desintoxicação de cianatos perigosos. A vitamina captura o cianeto para que possa ser eliminado na urina. A vitamina B12 é também utilizada em pacientes que sofreram queimaduras ou inalação de fumaça tóxica.

As pequenas quantidades de cianeto que absorvemos através do ambiente podem ser eliminadas pela inclusão de vitamina B12 na dieta. Dessa forma, os fumantes passam a pertencer ao grupo que se beneficia bastante pela vitamina B12.

Estresse Nitrosativo: a vitamina B12 como eliminador do óxido nítrico

O excesso de óxido nítrico, criado pelo estresse nitrosativo que está associado a várias doenças, como as autoimunes, eczema, psoríase, asma, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral, demência, Alzheimer, Parkinson ou câncer, é passível de ser eliminado pela vitamina B12.

No entanto, os efeitos negativos sobre a função mitocondrial, o metabolismo do colesterol, a síntese de hormonas esteróides (hormonas sexuais) e a formação de nitrosaminas carcinogênicas, são muito conhecidos.

A vitamina B12 associada ao óxido nítrico produz nitrocobalamina que pode ser facilmente eliminada na urina. Na medicina ortomolecular é possível verificar os  resultados palpáveis do momento em que a vitamina B12 foi usada na eliminação do estresse nitrosativo.

A vitamina B12 e o sistema nervoso

Um dos efeitos a longo prazo mais relevantes da vitamina B12 é o seu impacto no sistema nervoso central, na coluna vertebral e no cérebro.  A vitamina está envolvida na formação da mielina, um tecido protetor localizado ao redor dos nervos, que pode ser comparado ao isolamento de cabos elétricos.

Em doenças como a esclerose múltipla esse tecido protetor das células nervosas é destruído e o nervo não é capaz de transmitir os seus impulsos eficientemente. Essas desordens são também denominadas de doenças degenerativas e existem indicações de que podem se relacionar com a deficiência de vitamina B12. Acredita-se que exista uma relação entre a incidência de esclerose múltipla e níveis de vitamina B12 baixos (2,3).

A vitamina B12 e os distúrbios mentais

A relação entre a vitamina B12 e a várias doenças neuropsiquiátricas está cada vez mais clara (4). É importante lembrar que essas desordens podem se desenvolver quando existem níveis de vitamina B12 extremamente baixos ou quando se desenvolveu uma anemia severa devido a essa condição.

Isto é justificado (5) em partes por uma desmielinização das fibras nervosas na medula espinhal. Em outros transtornos psicológicos, como na depressão, a vitamina B12 também desempenha um papel importante devido aos seus efeitos na formação dos neurotransmissores, que são mensageiros especiais influenciadores do nosso humor.

A vitamina B12 e seu efeito regenerativo nos nervos

No geral, a vitamina B12 desempenha um papel principal na regeneração dos nervos e representa uma potencial opção de terapia para uma variedade de doenças.

Foi testado em laboratório que doses altas de metilcobalamina aceleram a regeneração dos nervos. No entanto, em humanos, os resultados ainda não foram provados.

A vitamina B12 na esclerose múltipla, fibromialgia e no síndrome da fadiga crônica   

A vitamina B12 está sa ser estudada e usada no tratamento da esclerose múltipla, fibromialgia e no síndrome da fadiga crônica. 
No entanto, ainda não estão provados quais são os efeitos responsáveis pelo sucesso. Enquanto que na esclerose múltipla se comprova o papel da mielina, na fibromialgia e no síndrome da fadiga crônica a vitamina B12 surge como agente de nivelamento da homocisteína (7) (8).

Os efeitos da vitamina B12 no cérebro    

A vitamina B12 desempenha um importante papel no desenvolvimento do cérebro. Algumas doenças hereditárias impedem a síntese das coenzimas da vitamina B12 metilcobalamina e adensosilcobalamina. Com o estudo dessas doenças sabemos agora que a vitamina B12 tem muita importância no desenvolvimento e função do cérebro. (9) Sem o apoio da vitamina B12 o cérebro tem um desenvolvimento fraco e várias desordens e incapacidades cognitivas podem ocorrer.

Estudos efetuados em filhos de veganos e vegetarianos com deficiência de vitamina B12 demonstraram que estes apresentam o cérebro menos desenvolvido e com menos massa. No entanto, esta condição pode ser revertida com a administração de suplementos de vitamina B12.

Foi observada uma degeneração da mielina do nervo por causa dos baixos níveis de vitamina B12, conduzindo a desordens no cérebro. Muitos processos de metilação por uma vitamina B12 baixa ou uma deficiência de adenosilmetionina podem ser as causas de problemas neuropsiquiátricos.

Os efeitos da vitamina B12 na pele

Mesmo quando aplicada externamente na pele a vitamina B12 possui variadas propriedades benéficas, por isso existem vários cremes, esta vitamina foi anunciada como uma “cura milagrosa” para o eczema e a psoríase.

Embora existam estudos científicos que apontam para os benefícios da vitamina, o creme de B12 é ainda reconsiderado por muitos dermatologistas, mesmo com os bons resultados apresentados pelos pacientes.

Utilizada internamente, a vitamina B12 tem um efeito bastante positivo em problemas de pele, certamente devido ao desempenho da vitamina como um antagonista dos óxidos de nitrogênio.

Como a vitamina B12 funciona no organismo

Como podemos explicar esses efeitos? A vitamina B12 atua no corpo humano principalmente em duas formas: como metilcobalamina que está envolvida no plasma celular e na ativação do ácido fólico e na conversão de homocisteína pata metionina. Como adenosilcobalamina atua na mitocôndria – o centro energético do corpo – e está envolvida na conversão do ácido metilmalônico em Succinil-coenzima A.

Vitamina B12

A grande importância da vitamina B12 é explicada principalmente por estes dois processos.

A vitamina B12 funciona em uma rigorosa colaboração com várias outras vitaminas do complexo B: o processo dependente da metilcobalamina e requer ácido fólico, enquanto que os mecanismos na mitocôndria são dependentes da biotina.

B12, uma vitamina com um grande impacto

Enquanto que outras vitaminas como A, C, D ou E recebem grande atenção da parte da comunidade médica, a vitamina B12 não é tão reconhecida, e é menos prescrita.

Em um tempo em que mais pessoas escolhem um estilo de vida vegano ou vegetariano, a vitamina B12 merecia mais atenção. Os múltiplos benefícios da vitamina B12 são preponderantes e cada vez se torna mais claro o quão importante esta vitamina é para a nossa saúde física e mental.

Referências

  1. 1 Kuklinski, B.: Praxisrelevanz des nitrosativen Stresses. 1. Mitteilung: Diagnostik und Therapie neurologischer Erkran kungen. OM & Ernährung 124 (2008) F2 – F21
  2. 2 Ariel Miller, Maya Korem, Ronit Almog, Yanina Galboiz, Vitamin B12, demyelination, remyelination and repair in multiple sclerosis, Journal of the Neurological Sciences, Volume 233, Issues 1–2, 15 June 2005, Pages 93-97, ISSN 0022-510X, http://dx.doi.org/10.1016/j.jns.2005.03.009.
  3. 3 Reynolds EH, Bottiglieri TT, Laundy MM, Crellin RF, Kirker SC. Vitamin B12 Metabolism in Multiple Sclerosis. Arch Neurol. 1992;49(6):649-652. doi:10.1001/archneur.1992.00530300089014.
  4. 4 Bottiglieri, T. (1996), Folate, Vitamin B12, and Neuropsychiatric Disorders. Nutrition Reviews, 54: 382–390. doi: 10.1111/j.1753-4887.1996.tb03851.x
  5. 5 Demise J. Subtle vitamin deficiency and psychiatry: A largely unnoticed and devastating relationship. Med Hypothesis. 1991;34:131–40
  6. 6 Tetsuya Watanabe, Ryuji Kaji, Nobuyuki Oka, William Bara, Jun Kimura, Ultra-high dose methylcobalamin promotes nerve regeneration in experimental acrylamide neuropathy, Journal of the Neurological Sciences, Volume 122, Issue 2, April 1994, Pages 140-143, ISSN 0022-510X, http://dx.doi.org/10.1016/0022-510X(94)90290-9.
  7. 7 B. Regland M. Andersson L. Abrahamsson J. Bagby L. E. Dyrehag C. G. Gottfries. Increased Concentrations of Homocysteine in the Cerebrospinal Fluid in Patients with Fibromyalgia and Chronic Fatigue Syndrome. Scandinavian Journal of Rheumatology 1997 26:4, 301-307
  8. 8 Martin L. Pall. Cobalamin Used in Chronic Fatigue Syndrome Therapy Is a Nitric Oxide Scavenger. Journal of Chronic Fatigue Syndrome 2000 8:2, 39-44
  9. 9 Hall, C. A. (1990), Function of vitamin B12 in the central nervous system as revealed by congenital defects. Am. J. Hematol., 34: 121–127. doi: 10.1002/ajh.2830340208
  10. 10 Casella EB, Valente M, de Navarro JM, Kok F. Vitamin B12 deficiency in infancy as a cause of developmental regression. Brain Dev. 2005 Dec;27(8):592-4. PubMed PMID: 16310594.
  11. 11 Karl-Olof Lövblad, Gianpaolo Ramelli, Luca Remonda, Arto C. Nirkko, Christoph Ozdoba, Gerhard Schroth. Retardation of myelination due to dietary vitamin B12 deficiency: cranial MRI findings. Pediatric Radiology February 1997, Volume 27, Issue 2, pp 155-158
  12. 12 K. Stollhoff, F. J. Schulte. Vitamin B12 and brain development. European Journal of Pediatrics March 1987, Volume 146, Issue 2, pp 201-205
  13. 13 Wighton MC, Manson JI, Speed I, Robertson E, Chapman E. Brain damage in infancy and dietary vitamin B12 deficiency. Med J Aust. 1979 Jul 14;2(1):1-3. PubMed PMID: 502936.
  14. 14 T. Lücke , G. C. Korenke , I. Poggenburg , K. H. P. Bentele , A. M. Das , H. Hartmann. Mütterlicher Vitamin-B12-Mangel: Ursache neurologischer Symptomatik im Säuglingsalter. Z Geburtshilfe Neonatol 2007; 211(4): 157-161
  15. 15 T. Kühne, R. Bubl, R. Baumgartner. Maternal vegan diet causing a serious infantile neurological disorder due to vitamin B12 deficiency. European Journal of Pediatrics January 1991, Volume 150, Issue 3, pp 205-208 
  16. 16 Sklar R. Nutritional vitamin B12 deficiency in a breast-fed infant of a vegan-diet mother. Clin Pediatr (Phila). 1986 Apr;25(4):219-21. PubMed PMID: 3948463



Leave a Reply